terça-feira, 14 de agosto de 2007

Santo Anjo do Senhor


Quando meus olhos
não vêem mais nada
senão o sono que os acalma
então são só meus
os meus olhos
a descansar
sob as faces do mundo
e eu sou
toda uma oração
da noite me guardando.

Poema do Livro "Flor Essência"-
Tere Tavares

2 comentários:

Madalena Barranco disse...

Que lindo Tere! Poxa, os blogs daqui têm tantos recursos - aquele do GO vive travando ou pela censura, ou pela desformatação do texto, etc. Mas, voltando à poesia, que leio agora, e só tenho uma palavra que me vem à mente: sublime! Beijos, querida.

neo-orkuteiro disse...

Você sonoridade, gosto de pensá-la assim, em minha tardia musicalização. Em re menor, de preferência.