terça-feira, 14 de março de 2017

Panorama das Artes Visuais de Cascavel


Convido a todos(as) a prestigiarem essa Mostra, que conta com a participação de 81 artistas. A Abertura é hoje, 13 de Março às 19:30 horas. Gratidão aos integrantes da Semuc- Secretaria Municipal de Cultura de Cascavel, pelo empenho e organização.

A exposição prossegue até o dia 26 de abril. Visitem. Prestigiem os artistas da Casa.
Agradeço imensamente e parabenizo a todos que tornaram esse evento possível. Haja Arte! Haja Vida!

Uma publicação transatlântica de meu trabalho literário

Honrada e agradecida ao António Carlos Ferreira Vitorino, por essa bela edição, com participantes de vários países, um presente inesquecível. Debaixo do Bulcão
Para leitura basta acessar o link abaixo. 
Estou na página 6, com o conto "O Homem invisível" do livro "A licitude dos olhos" contos, Editora Penalux 2016

ANTOLOGIA LOGOS/FÉNIX ESPECIAL DE MARÇO 2017 - MULHERES PELA PAZ (AUGSBURG/ALEMANHA)




DIA 8 DE MARÇO - DIA DA MULHER - ANTOLOGIA LOGOS/FÉNIX ESPECIAL DE MARÇO 2017 - MULHERES PELA PAZ
(AUGSBURG/ALEMANHA) - COM 315 PARTICIPANTES

Para ler cada minúcia, há mulheres lutando dia após dia, há poemas e pinturas, há vida!

Gratidão Carmo Vasconcelos e Henrique L. Ramalho. Parabéns pelo vosso valoroso trabalho. Bem-haja!


Estou nas páginas: 09 - 21 - 28 - 36 - 46 - 50 - 57 - 62 - 68 como Artista Plástica, e, na pagina 66, como Escritora.











PORQUE SOMOS A ANTECIPAÇÃO DOS BERÇOS

Tere Tavares


Quando o céu se tinge e tange o silêncio e o Sol chove no horizonte.
Subtraem-se as misérias. Salientam-se as consciências.
Divinizam-se as esperanças.
Ascendem-se mãos sem escusas.

Desculpas ao pássaro velho e ao velho pássaro.
O céu é anônimo ainda que navegado com suas asas.
Isso não o reduz. Rediz-lhe somente o quanto há de farrapos por recolher.

Somamos na feminilidade as dobraduras do ar.
Como um livro que nos lê às escuras.
Transborda-nos um sorriso que enseja uma haste de imensa paz.
[Para o ser basta a folha]

E nós, florescimentos que são Terra sempre, transmutamos em hino o lamento.
Cultivamos um colorir de olhares insubmissos.
Um recolher-se na árvore mansa mesmo que em solo estrangeiro.
Com a lisa ilusão de que nem tudo é ilusão ou voos com falhas.
Fazemos do que nos habita nosso próprio meio de tráfego no Mundo.

Porque sabemos a ventres.
Porque somos Mulheres.

Tere Tavares
Cascavel - Paraná - Brasil
meusoutros.blogspot.com.br


Tere Tavares, escritora e artista plástica, radicada em Cascavel, PR, Brasil, autora de seis livros publicados "Flor Essência" (poesia 2004), "Meus Outros" (poesia e prosa 2007), "Entre as Águas" (contos 2011), “A linguagem dos Pássaros” (poesia Editora Patuá 2014), “Vozes & Recortes” (contos Editora Penalux 2015), “A licitude dos olhos” (contos Editora Penalux 2016). Participa de várias antologias no Brasil e Exterior em diversas mídias.